Eleger

para

reparar

50900  ///  PSOL  ///  Rio de Janeiro/RJ

       
       

Mônica cunha

Principais áreas de atuação: Antirracismo, Feminismo e Direitos Humanos.

Técnica em educação social, Monica Cunha, 55, é mulher preta, mãe de três filhos, educadora social, defensora de direitos humanos e feminista. Em 2003, fundou o Movimento Moleque, para agir contra violações sofridas por adolescentes em medidas socioeducativas e por seus familiares, depois de ter sofrido essa experiência com seu filho Rafael.

Com a eleição de Marielle Franco à vereança, foi convidada a compor a Comissão de Direitos Humanos e Cidadania (CDDHC) da ALERJ, tornando-se coordenadora em 2019. Coloca sua candidatura a fim de agregar à disputa política o aumento do combate ao racismo.

 

50900  ///  PSOL  ///  Rio de Janeiro/RJ

Mônica Cunha

Principais áreas de atuação: Antirracismo, Feminismo e Direitos Humanos

Em 2012, Verônica Lima obteve uma conquista histórica: tornou-se a primeira vereadora negra de Niterói. Hoje, segue lutando pelos direitos das mulheres, da negritude e da comunidade LGBTQIAP+.

Criou o primeiro Estatuto Municipal de Igualdade Racial do Brasil, a Lei de Diretrizes para Mulheres Vítimas de Violência, como também a lei que destina 3% das vagas em serviços e obras públicas para moradores em situação de rua.

Atualmente, está em seu segundo mandato e a recolocação de sua candidatura visa fortalecer ainda mais sua defesa prática de políticas socioassistenciais.

50900  ///  PSOL  ///  Rio de Janeiro/RJ

       
       

pretesnopoder@gmail.com                                                                                                        

pretesnopoder@gmail.com